Medication Assistant

Contexto e Objectivos

Em geral, com o aumento de idade de um indivíduo, o número de medicamentos e de medições clínicas aumenta. Isto torna difícil a sua gestão, podendo limitar a independência do indivíduo, e resulta na deterioração da qualidade de vida e condição de saúde do idoso. As pessoas que necessitam de tomar uma quantidade grande de medicação por vezes esquecem o motivo porque a tomam, perdendo a motivação. Portanto, é vital garantir que o sénior se mantém informado e motivado para tomar a medicação. Essas dificuldades têm ainda mais impacto pelo facto de não existirem ferramentas que apoiem a gestão da medicação e das medições clínicas.

As novas tecnologias móveis têm o potencial de poder ser uma base de desenvolvimento para essas ferramentas de suporte, mas os idosos frequentemente têm dificuldades em adaptar-se a elas. Para além disso, as perdas cognitivas e físicas (visão, artrose, etc.) inerentes ao avanço da idade, se não consideradas, podem tornar muito difícil utilizar dispositivos móveis.

Assim sendo, tendo em conta os problemas dos idosos em lidar com a tecnologia e a suas naturais limitações, a aplicação deve ser capaz de responder às necessidades de cada utilizador de forma individual o que poderá potenciar uma adaptação mais rápida por parte dos seniores. Por exemplo, se o utilizador tiver dificuldades de visão, a aplicação deverá favorecer a apresentação de mensagens por voz ou usando texto e elementos gráficos maiores. A mesma abordagem se deverá considerar para as adaptações ao contexto. Se o utilizador sair de casa, por exemplo, a aplicação deve restringir ou mesmo anular todo o tipo de mensagens por voz, de forma a proteger a sua privacidade.

No que respeita às principais funcionalidades disponibilizadas pela aplicação, esta deve ajudar os seniores a gerir a sua medicação, os momentos de toma, e proporcionar acesso fácil à lista de medicamentos e suas principais características tirando partido de diferentes modalidades (e.g., gráficos, texto, voz). Para além disso, a aplicação deve facilitar a resolução de problemas do dia-a-dia (como por exemplo o esquecimento de um medicamento).

Estado Actual de Desenvolvimento

O primeiro protótipo do Medication Assistant tem duas funcionalidades principais: 1) a geração e visualização de alertas e 2) o serviço de aconselhamento que permite aos utilizadores obter informação sobre problemas do dia-a-dia na toma de medicação. Para além disso, a aplicação providencia vistas para dar informação adicional sobre os medicamentos, interação configurável, guiões integrados para ensinar como utilizar a aplicação, adaptação ao conhecimento do utilizador, adaptação ao contexto e ao utilizador, e inserção e gestão de medicamentos por terceiros.

No que se refere à adaptabilidade, o Medication Assistant ajusta o volume de som tendo em conta o ruído ambiente, e o tamanho dos elementos do ecrã baseado na distância do utilizador ao dispositivo móvel.

Trabalho Futuro

Actualmente o desenvolvimento está focado em melhorar os algoritmos de deteção e interação por voz, alargar o ajuste do ecrã com base na distância a toda a aplicação e melhorar os guiões integrados.

Mais informação sobre a aplicação pode ser consultada aqui.